Carregando dedetizadora
Cobertura no Rio de Janeiro. Consulte!

Dedetização de aranhas. Ligue: 21 3137-9916 e marque uma visita grátis para orçamento.

Para dedetizadora de aranhas, a Nacional é especializada em diferentes espécies de aracnídeos. Ligue de segunda a sexta-feira das 8h00 às 18h00 e aos sábados das 8h00 às 13h00.

Ao perceber a presença de aranhas, ligue para a Nacional 21 3137-9916 e peça a visita de um técnico dedetizador especializado em arcnídeos.

Muita gente morre de medo de aranha, mas esse medo é muito compreensível.
Afinal, não somente pelo risco de ser picado, mas também pelos movimentos das aranhas, com aquele monte de pernas que só de olhar e imaginar o bicho em contato com nossa pele já causa pavor.

Dedetizadora de aranha

Dedetizadora

Dedetização

Os profissionais na Dedetizadora Nacional são experientes e com longos anos de atuação no mercado de dedetização, proporcionando aos clientes qualidade e segurança nos serviços prestados, particularmente em infestações de aranhas.

As técnicas utilizadas pela Dedetizadora Nacional neutralização a ação dos insetos, sem necessidade das pessoas saírem do local a ser dedetizado.
Os pesticidas não deixam cheiro e fabricados por indústrias químicas de renome mundial.
Homologados pelos órgãos de vigilância sanitária e saúde pública, não causam náuseas ou reações adversas.

Serviços de dedetização

A divisão de dedetização de aranhas da Nacional dispõe de técnicos especializados prontos para atender em todas as regiões cariocas, na cidade do Rio de Janeiro, na Zona Central, Zona Sul, Zona Norte, Zona Leste, Zona Oeste, Baixada Fluminense, Região dos Lagos, Região Serrana, área metropolitana do Grande Rio, municípios do litoral e interior fluminense. Atendimento a casas, apartamentos, condomínios residenciais, condomínios comerciais, prédios, edifícios, comércios, indústrias, hospitais, clínicas, escolas, empresas, bares, restaurante, lanchonetes e outros setores de atividades.

O medo de aranhas é um distúrbio psicológico chamado Arachnophobia, estudado pela ciência psiquiátrica. Só por ter aranhas ao redor de casa já é uma ameça.

O que dizer então quando esses temidos insetos invadem os ambientes ocupados pelos humanos?

Quase sempre entram nas edificações através de brechas e rachaduras em janelas, portas e paredes em busca de presas. Eventualmente são conduzidas para dentro dos imóveis pelos próprios usuários, de carona dentro de caixas, mobília, objetos e outros itens que antes estiveram expostos ao ar livre.
Por ter muitos predadores naturais em seu habitat, aranhas têm estratégias próprias de defesa e de captura de presas.
A mais conhecia é a construção de teias, espécie de redes feitas de uma seda muito pegajosa que elas mesmas produzem em seus organismos. Mesmo com dois pares de olhos, são míopes, mas sua anatomia lhes permite que se movam facilmente sem gastar energia. Apesar de não terem maxilares, se alimentam de insetos de todas as espécies.

É impossível determinar onde as aranhas vivem.

Na verdade, este inseto é capaz de viver em qualquer lugar, dentro e fora das edificações. A maioria das espécies são inofensivas, mas algumas têm glândulas portadoras de venenos poderosos e muito agressivos. A picada não causa dor na hora, e mais tarde surgem os efeitos: dores, vermelhidão, manchas e bolhas. Se a vítima não for tratada corretamente, poderá sofrer a necrose do tecido na região picada e até resultar na sua morte.
A maioria dos acidentes com picadas de aranha ocorrem por descuidos e desatenção das pessoas. Por isso é necessário manter jardins e quintais limpos, com gramados sempre aparados, não permitir o crescimento de folhagens densas (trepadeiras, bananeiras e outras) perto das edificações, evitar acúmulo de entulhos, lixo doméstico, material de construção e outros detritos próximos das casas e conservar a limpeza de terrenos baldios. Não ponha as mãos sob pedras, buracos, troncos secos ou podres. Aranhas tem hábitos noturnos. Portanto, ao escurecer mantenha vedadas as soleiras de portas e janela. Além disso, em locais sujeitos a infestações de aranhas, se habitue de sacudir roupas e sapatos antes de usá-los.

Principais espécies de aranhas

Aranha armadeira: Nome que vem da atitude invariável de seu ataque, com as patas dianteiras erguidas. Há várias espécies de aranhas armadeiras, como a aranha macaco e a aranha de bananeira (ou aranha errante brasileira). Agressivas e peçonhentas, têm veneno mortal. 0,006 mg é capaz de matar um rato. Entre 10 espécies catalogadas, há cura para o veneno de apenas 3 delas.

Aranha reclusa marrom: A popular aranha marrom ou aranha violinista marrom. Capaz de injetar veneno, é conhecida por seu aspecto lembrar o desenho de um violino.

Caranguejeira ou Tarântula: Quando pensamos em aranhas grandes, a primeira lembrança que vem à nossa memória é a Tarântula, ou aranha caranguejeira. Além de impressionar, produzem toxinas nocivas capazes de provocar sintomas conhecidos como tarantismo (convulsão, contorções e espasmos) que afeta o sistema nervoso. Outra de suas armas são as urticárias causadas pelo contato da nossa pele com os pelos que cobrem seu dorso e abdômen.

Aranha Camelo: Também chamada aranha sol ou aranha escorpião, a aranha camelo, apesar de enorme, não é venenosa e a sua mordida é no máximo dolorosa para um indivíduo.

Aranha Lobo: É muito ágil e ativas. Parecem musculosas, mas sua picada não é fatal. Só causa vermelhidão, inchaço e pouca dor.

Aranha viúva negra: Espécie entre as mais perigosas do mundo, Têm grandes glândulas de veneno, considerado o mais agressivo dentre as aranhas.

Aranha dourada: Conhecida como aranha da teia amarela, aranha da teia dourada ou aranha de madeira gigante. É muito presente em plantações de banana. Seu veneno não causa dados a saúde das pessoas.

Aranha de salto: A popular Aranha flic-flac do Marrocos não “caminha” sobre suas oito patas. Simplesmente executa saltos para se locomover, que lhe aumentam a agilidade e confundem seus predadores.

Aranha redback: É muitas vezes confundida com a mortal viúva negra. A fêmea é negra com uma listra vermelha no abdômen. Embora não seja tão mortal, seu veneno neurotóxico e causa muita dor.

Saiba mais sobre outras pragas que dedetizamos

Somos uma empresa licenciada com autorização da ANVISA e INEA para serviços de dedetização, descupinização e desratização.

Agora você tem uma empresa seria que atua no Rio de Janeiro nas principais regiões: Rio de janeiro - Zona Central - Zona Norte - Zona Sul - Zona Oeste - Ilha do Governador - Favelas Rio - Região Metropolitana - Niterói - Norte - Oceânica - Leste - Pendotiba - Praias da Baía - Petrópolis - Itaboraí - Nilópolis - Duque de Caxias - Nova Iguaçu - Teresópolis - Nova Friburgo.

Basta solicitar um técnico dedetizador da Nacional de segunda à sexta: 8h00 às 18h00 e aos sábados: 8h00 às 13h00 pelo telefone: 21 3137-9916. Ligue nossa visita técnica é gratuita.

Evite acidentes realizando algumas tarefas simples em casos que fujam ao controle, chame a dedetizadora Nacional unidade especializada em aranhas.

  • Mantenha os jardins e quintais limpos.
  • Evite acúmulo de entulhos, lixo doméstico, material e construção nas proximidades das casas.
  • Mantenha limpo terreno baldio.
  • Evite folhagens densas (trepadeiras, bananeiras e outras) junto às casas.
  • Mantenha a grama sempre aparada.
  • Dica em zonas rurais, casas de campo, tenha o habito de sacudir roupas e sapatos antes de usar.
  • Não pôr a mãos em buracos, debaixo de pedras, em troncos (principalmente os podres).
  • Vede as soleiras das portas e janelas ao escurecer (as aranhas tem hábitos noturnos).
Dedetizadora Nacional

Na dedetizadora nacional utilizamos várias técnica de dedetização de ambientes, tais como aplicação de inseticidas por meio de pulverização - Aplicação de gel - Aplicação de pó químico seco - Armadilhas Adesivas.

Oferecemos aos nossos clientes:


SOLICITE UMA VISITA É GRATUITA!

Não sabe a praga que esta acabando com a sua paz, não tem problema ligue que vamos dar uma olhadinha e sugerir a melhor forma de se livrar.